jusbrasil.com.br
18 de Dezembro de 2017
    Adicione tópicos

    Presidente da Ajufe visualiza restabelecimento da boa relação entre os Poderes após arquivamento do pedido de explicações feito por parlamentares ao Ministro Edson Fachin

    O presidente da Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe), Roberto Veloso, parabenizou a decisão do presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, deputado Rodrigo Pacheco (PMDB-MG), de arquivar o pedido de explicações, feito por parlamentares da base aliada, ao ministro do Supremo Tribunal Federal, Edson Fachin. O pedido foi rejeitado nessa terça-feira (13).

    Na semana passada, os deputados protocoloram um documento que cobrava do ministro detalhes sobre a relação dele com o executivo Ricardo Saud, um dos delatores do grupo J&F, que administra a JBS, empresa envolvida nas investigações da Operação Lava Jato da Polícia Federal.

    Para o presidente da Ajufe, a decisão do deputado Rodrigo Pacheco é digna de elogio. "Essa atitude restabelece a relação cordial que deve haver entre os Poderes da República: entre o Judiciário e o Legislativo, porque nós considerávamos uma atitude de constrangimento o pedido de explicações que estava sendo gestado por um grupo de deputados na Câmara Federal", finaliza.

    Na semana passada, quando o pedido de explicações foi protocolado, a Ajufe publicou nota oficial manifestando "indignação e repúdio quanto a quaisquer posturas que sejam tomadas visando à tentativa de obstrução da Justiça e de enfraquecimento do Poder Judiciário."

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)